Alzimiro Thomé: “Nosso foco é a agricultura familiar.”
  • Compartilhe no Facebook

Alzimiro Thomé: “Nosso foco é a agricultura familiar.”

Uma das cooperativas de crédito de maior expressão do Brasil, a Cresol iniciou sua história no Sudoeste em 1995. Durante a reunião ordinária desta terça-feira, 27 de maio, na Associação Empresarial de Francisco Beltrão (Acefb), o presidente da Central Cresol Baser, Alzimiro Thomé, explanou sobre os rumos da instituição de crédito familiar. Thomé frisou que “nosso foco é a agricultura familiar. Não pretendemos mudar, até porque o campo de expansão é muito grande.”

A Cresol está presente no Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo e Rondônia – totalizando 390 municípios. “Goiás, Rio de Janeiro e Amazonas estão em processo adiantado para instalação de novas unidades”, informou Thomé. Uma das ações da Cresol foi a intermediação do lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar em Beltrão. Em julho de 2011, o evento teve a presença da presidente do Brasil, Dilma Rousseff. “Com a união de outras entidades públicas e privadas conseguimos trazer o lançamento do Plano Safra aqui no município.”

A Cresol possui em seu quadro social pouco mais de 125 mil sócios. Somente em 2013 foram disponibilizados R$ 506 milhões em crédito aos agricultores – via Pronaf e mais R$ 505 milhões – com recursos próprios da Cresol.

Mudança

Localizada no Bairro Cango em Beltrão, a Cresol mudará sua sede devido à demanda de atendimentos. As novas instalações – 5 mil m² de área construída – serão edificadas no prolongamento da Avenida Júlio Assis Cavalheiro, no Bairro Industrial. “A Cresol adquiriu sete terrenos para a construção da nova sede, que deve ficar pronta em 2015, ano em que a cooperativa completa 20 anos”, afirmou Thomé.

Outro assunto da reunião foi a instalação do 8º Parque Tecnológico Virtual (PTV) em Beltrão. O assessor da reitoria da Unioeste campus Beltrão, Antonio Carlos Bonetti, apresentou o coordenador do PTV no município, Wellington Ferronato. “Nos próximos dias será formado um comitê gestor regional do PTV.

Empresas púbicas e privadas, universidades, poder público entre outras entidades terão acesso às pesquisas tecnológicas”, explicou Bonetti. Ele adiantou que Beltrão terá uma unidade da Fomento Paraná, instituição financeira estadual que vai funcionar na Unioeste. A instituição atua em programas de crédito destinado ao setor público.