A grande maioria das cidades brasileiras está longe de cumprir a lei que estabelece os critérios para a promoção de acessibilidade aos portadores de deficiência. Apesar de existir a 12 anos, muitas pessoas sequer sabem que essa legislação existe.

Dados do IBGE apontam que apenas 4,7% das ruas do país possuem rampa de acesso e, quando existem, estão concentradas apenas nas regiões centrais. Para discutir essa e outras situações, o CREA-PR (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná) realizará em Palmas o Fórum Paranaense de Acessibilidade. O encontro, em parceria com o IFPR (Instituto Federal do Paraná), campus de Palmas, acontecerá nesta quarta-feira, dia 19, às 19h30, na biblioteca do Instituto.

De acordo com o gerente regional do CREA-PR, engenheiro agrônomo Gilmar Ritter, o objetivo do Fórum é disseminar a cultura da acessibilidade, trabalhando em conjunto com instituições que se preocupam com o tema. “O Fórum Paranaense de Acessibilidade pretende abordar vários assuntos, sobretudo a legislação, normas, calçadas, arborização, novas tecnologias, inclusão no ambiente de trabalho, entre outros”, destacou Ritter.