O município de Palmas, Sul do Paraná, deverá receber R$ 1,2 milhão através da cota extra do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) do mês de julho. A estimativa é da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), explicando que o município recebe todos os anos nos meses de julho e dezembro um percentual da arrecadação de Imposto de Renda (IR) e Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) referente aos últimos doze meses.

O Fundo de Participação dos Municípios (FPM) é composto de 22,5% da arrecadação desses tributos repassados a cada decêndio e distribuídos de forma proporcional de acordo com uma tabela de faixas populacionais. Conforme a CNM, no mês de julho, o FPM apresenta uma forte queda, devido à sazonalidade da arrecadação ao longo do ano, que ocorre em função dos níveis de atividade econômica típicos de cada período.

Para a estimativas dos valores que serão repassados em 2017, a Confederação utiliza como método para as projeções o peso da arrecadação nos dois anos anteriores, para poder encontrar a sazonalidade média da arrecadação ao longo do ano. No entanto, a entidade ressalta que esses valores são previsões e podem variar de acordo com a evolução da atividade econômica.

Na microrregião de Palmas, os repasses deverão totalizar mais de R$ 3,5 milhões:

Palmas – R$ 1.260.036,34

Coronel Domingos Soares – R$ 378.010,90

Clevelândia – R$ 756.021,81

Mangueirinha – R$ 756.021,81

Honório Serpa – R$ 378.010,90