Por Evandro Artuzi 

Muitos são os casos registrados diariamente pela Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel), de ligações clandestinas (gatos) ou adulterações em medidores de energia (furto de energia), nas regiões Oeste e Sudoeste.
De acordo com a empresa, na semana passada um comerciante foi flagrado após ter adulterado o medidor de sua empresa, em Francisco Beltrão, com intuito de reduzir o valor gasto com energia elétrica. A Copel lembra que pode demorar certo tempo, mas fraudes como essa ou ligações clandestinas são descobertas e os responsáveis punidos.
Conforme Newton Sakiama, gerente de relacionamento pessoal e de medidor da regional Oeste / Sudoeste da Copel, a fraude ou furto de energia é considerado um crime previsto no Código Penal Brasileiro. Ele lembra que a Copel está atenta a mantêm uma fiscalização diária em toda região para combater essa prática.

Ouça