Por Larissa Mazaloti

 

E se de repente sua conta de energia elétrica ficar mais barata? E se alguns produtos diminuírem de preço? 10% a menos está de bom tamanho? O Chefe de Relações Institucionais da Vice-Presidência da República, Rodrigo Rocha Loures está confiante na aprovação da Medida Provisória que o governo federal deve encaminhar ao Congresso Nacional, para eliminar três tributos embutidos na conta de luz.

 

De acordo com ele as taxas foram criadas durante a construção de antigas usinas, mas com a amortização total do financiamento, estes valores podem ser tirados do cálculo de uso de energia elétrica.

 

Indústrias do setor automobilístico, siderúrgicas e da construção civil que consomem energia elétrica em larga escala também vai pagar menos 10% caso a MP seja aprovada e com isso pode baixar o preço dos produtos que chegam nas mãos dos brasileiros.

 

A redução é em âmbito nacional. “Um projeto em benefício da economia”, garante Loures que deixa claro: pessoas físicas ou jurídicas, produtores rurais, profissionais liberais, comerciantes sentirão o benefício.

 

A expectativa, segundo ele é de uma aprovação da maioria no Congresso, que deve ocorrer após o período eleitoral. “Não posso imaginar que algum parlamentar tenha restrições a esta medida”, comenta.