Por Evandro Artuzi
A conta de luz das residências vai ficar 16,2% mais barata, enquanto que, para as indústrias, a redução pode chegar a 28%, dependendo do nível de tensão.

Segundo a presidenta Dilma Rousseff, a medida é resultado do esforço que começou a ser feito em 2003, quando foi implantado um novo modelo para o setor elétrico no Brasil.

Esse modelo eliminou o risco de racionamento de energia, criou condições para o aumento dos investimentos em geração, e ampliou as redes de transmissão e distribuição.

OUÇA