Por GD

 

No Assentamento Nova Fartura, em Saudade do Iguaçu, na antiga sede da fazenda, localiza-se um barracão, que é utilizado como escritório, sala para reuniões da ACANF (Associação Central dos Assentados Nova Fartura). No local computadores do programa inclusão digital e um espaço onde ficam os tratores e implementos da patrulha agrícola do assentamento. Sendo assim, um espaço de ampla utilização e de grande circulação de pessoas.

No entanto, faltava água. Por isso, através da realização de convênio de Assistência técnica com a Emater, com apoio da Prefeitura de Saudade do Iguaçu e a ACANF, foi construído em forma de mutirão (com a contribuição de mais de 50 assentados e assentadas) uma cisterna de ferro-cimento, com capacidade para armazenar 36 mil litros, captando água de 211m2 de telhado ,sendo necessário, 170 mm de chuva para encher a cisterna.

Considerando a média de consumo de água e precipitação pluviométrica média da região que é de aproximadamente 2000 mm/ano, ela deverá ter água armazenada durante todo ano.

Além da necessidade especifica da área comunitária do assentamento, a água será utilizada não apenas para limpeza, mas, para abastecimento de pulverizadores. Essa cisterna servirá como referência para o município de Saudade do Iguaçu e região, onde não há conhecimento de cisterna deste modelo construída, ervindo, como um importante mecanismo de captação e aproveitamento da água da chuva, contribuindo com a conservação e preservação dos recursos hídricos.