Por Luiz carlos Bittencourt

 

   Acontecerá nos próximos dias 21 e 22 de outubro, na Casa de Formação Divino Mestre, em Francisco Beltrão, o Conselho Diocesano de Pastoral. Terá início na noite de sexta-feira e término às17h de sábado.
   O Bispo Diocesano Dom José Antonio Peruzzo destaca a importância do Conselho para as ações evangelizadoras na Diocese: “Não é preciso insistir muito na validade eclesial de encontros desta natureza. Ela faz parte das experiências mais genuínas da vida da Igreja. Elas se explicam por razões práticas: o debate e a reflexão comunitária em torno a algum tema pastoral enriquece as perspectivas de ação. Mas há também razões pastorais e missionárias: não se trata apenas de avaliar ‘como fazer. Mais que isso, toca-nos perscrutar os melhores meios de fidelidade à missão que nos foi confiada. Poderíamos também buscar motivos de caráter eclesial: não é possível vida comunitária e fé partilhada sem encontro, sem oração em comum, sem a busca e exercício da unidade em contextos plurais. Se quisermos, também raízes cristológicas têm sua legitimidade: as respostas dos discípulos ao Senhor Jesus, aquelas das origens, tiveram um caráter eminentemente comunitário”.
   A iniciação cristã com adultos será a temática central do Conselho, destaca Dom José: “Já há alguns anos as reflexões da Igreja tocam com grande vigor na problemática da Iniciação Cristã. E de maneira muito incisiva nas recentes Diretrizes Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil. Sem um bom processo de iniciação será muito difícil que nossa evangelização tenha alguma consistência. Aliás, não somos uma Igreja que apenas presta serviços religiosos. Mais que isso, somos enviados a evangelizar. No Conselho anterior foi proposto que a reflexão continuasse, desta vez já com algum projeto a ser implementado. Pois bem, além de ouvir e conhecer experiências já em bom andamento em outros lugares, teremos que assumir algumas escolhas para nós. Pretende-se começar pela Iniciação Cristã com adultos”.
   Estarão participando, além do bispo diocesano, os padres e coordenações diocesanas das pastorais e movimentos.