Condenado por ter matado uma adolescente de 16 anos em Chopinzinho, no ano de 2010,  Eduardo Leonildo da Silva, 30 anos, que ficou conhecido na região como o maníaco do Parque, é acusado de sequestro e morte de uma menina de seis anos no município de Umuarama, no Noroeste do Paraná.

Após ser  preso noite de quarta-feira (27), o acusado confessou ter assassinado Tabata Fabiana Crespilho da Rosa, desaparecida desde a última terça-feira, 26, quando foi deixada próximo à escola onde estudava pelo irmão, de 13 anos.  Conforme apurou a polícia, a criança foi abordada e levada por Eduardo em um carro Gol. O corpo da menina foi encontrado e a perícia analisa se houve abuso sexual.

Em 27 de Agosto de 2010, o mesmo assassinou brutalmente a adolescente, Ana Maria Rosenes, 15 anos, num loteamento no Bairro Frei Vito em Chopinzinho. Na época, o acusado trabalhava em um parque de diversões que havia se instalado na cidade e conheceu a vítima.

Conforme o inquérito policial, apesar de a adolescente ser casada, ambos iniciaram um relacionamento. Na noite do crime,  ambos dois teriam frequentado uma lanchonete e, já na madrugada, foram até o loteamento, num local isolado onde o crime foi praticado. O corpo foi encontrado dois após por uma pessoa que circulava pelo local.  Eduardo foi preso, negou a autoria do crime, mas a investigação policial obteve evidências que o apontavam como principal suspeito pelo homicídio.

Conhecido como “Maníaco do Parque”, foi julgado no Fórum de Chopinzinho dia 26 de Julho de 2012 e  condenado a seis anos de prisão no regime semi-aberto pelo crime de homicídio simples e um ano por ocultação do cadáver. O restante da pena foi cumprida na Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão.