A privatização dos trechos que compreendem as rodovias federais que ligam o Sul do Paraná ao Oeste de Santa Catarina só deverá ocorrer no próximo ano. O motivo é a instabilidade econômica. Conforme publicação do jornal Valor Econômico, leilão de concessão dos 400 quilômetros entre a Lapa e Chapecó, via Trevo do Horizonte, só deverá ocorrer no mês de março do próximo ano, com previsão para publicação do edital ainda em 2015.

Conforme a publicação, o Tribunal de Contas da União encontrou uma série inconsistências durante a análise dos documentos e devolveu o estudo ao Ministério dos Transportes que refez as planilhas  que novamente estão sendo avaliadas pelo TCU.  Uma das questões que mais está gerando preocupação é com relação aos elevados aos valores dos pedágios que ficaram entre R$ 13 e R$ 14, a ser cobrado a cada 100 quilômetros.

Visando diminuir o preço, o governo pretende maior concorrência no leilão, através da flexibilização de regras, por exemplo, aumentando de cinco para sete anos o prazo a duplicação da chamada Rodovia do Frango.

Leia também: PRC-280 e PR-912 dentro do Orçamento do Paraná para 2016