O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, confirmou nesta quarta-feira(13) que o governo federal vai licitar as concessões de rodovias que formam o Anel de Integração, inclusive os trechos estaduais e aceitou exigências feitas pelo Paraná para que o processo tenha sequência. Dentre as medidas estão a redução de pelo menos 50% no valor atual das tarifas de pedágio; execução de obras de modernização das estradas, como as duplicações que não foram feitas; e implantação de contornos rodoviários, principalmente nas maiores cidades cortadas pelo Anel de Integração.

  • Compartilhe no Facebook

Governador esteve na  posse de Sandro Alex na Secretaria da Infraestrutura e Logística.Foto: Jaelson Lucas/ANPr

O governador também destacou que em recente reunião com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, em Brasília, ficou definida a criação de um comitê com representantes do Estado e do governo federal para tratar das concessões paranaenses. A primeira reunião deve acontecer até a próxima semana.

Avaliou que a decisão vai agilizar o processo e que a perspectiva é fazer as licitações em 2020, mesmo que os atuais contratos se encerrem somente no final de 2021.

Ratinho Jr ainda destacou que o mesmo comitê vai avaliar a inclusão de outras rodovias no novo programa federal de concessões, como a PR-323 no Noroeste, a PR-280 no Sudoeste e a PR-092, no Norte Pioneiro.