Comissão Municipal de Geografia e Estatística inicia preparação para o Censo Agropecuário 2017

por Guilherme Zimermann em 9 de agosto de 2017 9:36
por Guilherme Zimermann em 9 de agosto de 2017 9:36

Censo

Foi realizada nesta terça-feira (08), no plenário da Câmara de Vereadores, a primeira reunião da Comissão Municipal de Geografia e Estatística (CMGE) de Palmas, Sul do Paraná, que acompanhará os trabalhos do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) durante o Censo Agropecuário 2017, que iniciará a coleta de dados no mês de outubro.

Na ocasião, foi apresentado a representantes da administração municipal, departamentos de Agricultura e Infraestrutura, Poder Legislativo e Secretaria de Estado da Agricultura, um panorama das áreas rurais do município, que deverão ser percorridas por três recenseadores num período de cinco meses.

Explicou o chefe da Agência local do IBGE, Paulo Cezar Gnoatto Cividini, que tudo o que se refere à atividade agrícola será levantado no Censo, por isso, ressalta a importância do produtor rural receber o recenseador e prestar informações fidedignas. “Todos os dados são sigilosos. O produtor e a propriedade não serão identificados”, garante.

A CMGE, além do acompanhamento dos trabalhos, também auxiliará no fornecimento de informações quanto às localidades rurais, apoio logístico aos recenseadores, e demais suportes necessários durante o Censo.

 A Agência do IBGE de Palmas será responsável pela realização do Censo Agropecuário em Clevelândia, Coronel Domingos Soares, General Carneiro, Honório Serpa e Mangueirinha. Estarão atuando nessa região, 22 recenseadores e seis supervisores, que serão convocados por meio de processo seletivo e iniciarão os treinamentos a partir de setembro.

O Censo Agropecuário 2017 vai subsidiar a implantação do cadastro de estabelecimentos agropecuários e do Sistema Nacional de Pesquisas Agropecuárias.

A partir desse levantamento, será criada a Pesquisa Nacional por Amostra de Estabelecimentos Agropecuários, que irá a campo anualmente captar dados detalhados sobre receitas e despesas na produção, crédito e seguro rural, proteção de mananciais, conservação da fauna e flora, uso de agrotóxicos, técnicas de produção, além da situação social e familiar dos trabalhadores do campo, entre outros temas.

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar