A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou nesta quarta-feira (10), a indicação do desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), Luiz Fernando Tomasi Keppen como conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A sabatina foi realizada por parlamentares que integram a CCJ e foi acompanhada por magistrados da diretoria da AMAPAR (Associação dos Magistrados do Paraná) e pelo presidente do TJ-PR, Adalberto Jorge Xisto Pereira.

Durante a sabatina, Keppen recordou o ano de 1995, com o projeto “Paraná Sentença em Dia”, ao lembrar que a iniciativa foi um “híbrido” que objetivou zerar a carga de processos. “Mutirões ajudam muito e colaboram decisivamente para que a Justiça possa alcançar a efetividade que todos nós esperamos”, disse, ao relacionar com projetos já desenvolvidos no CNJ.

O desembargador concorreu à indicação com outros 22 magistrados de Tribunais de Justiça de todo o país, que submeteram os seus nomes e currículos à apreciação dos Ministros da Suprema Corte.

Luiz Fernando Tomasi Keppen nasceu em 24 de março de 1961, em União da Vitória. Formou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela PUC/PR, em 1986, e é Mestre em Direito das Relações Sociais pela UFPR desde 1999.

Com propriedades e familiares em Palmas, Keppen foi homenageado pela Câmara de Vereadores com o título de Cidadão Honorário do município, honraria que ainda deverá ser entregue ao desembargador.