Por Larissa Mazaloti

 

Palestras, apresentações, feira de livros e sarau fazem parte da programação da edição de número 31 da Semana Literária e Feira do Livro do SESC. Neste ano o autor homenageado é Dalton Trevisan – o vampiro de Curitiba – é escritor paranaense. Autor de uma literatura densa de contos e romances que costumam ir na raiz dos sentimentos e comportamentos humanos.

 

Na noite desta segunda-feira (10) a abertura contou com o psicólogo e escritor Ilan Brenman. Ele passou pela Semana Literária para dizer que o jovem tem voz e vez e olhos para ler bons livros. A Nova Geração de Leitores Adolescentes foi o tema da primeira palestra. Ilan considera a visão que a sociedade tem dos jovens, de certa forma, deturpada. “Todo mundo acha que o jovem só quer saber de internet, de balada, e ainda bem que querem saber disso, mas também são leitores de coisas d equalidade”, garante.

 

Na opinião dele existem boas obras literárias e argumenta que é só uma questão de procurar, de se identificar e que não é difícil encontrar aquilo que interessa à juventude.

 

Ilan levanta um assunto interessante ao falar sobre o autor homenageado. Para ele, Dalton Trevisan não pode ser encarado como um autor de temas que não podem ser lidos por adolescentes e jovens. Para ele, eventos como a Semana Literária do SESC dão resultado sempre.

 

Cada unidade do SESC tem programações voltadas para particularidades locais. Em Francisco Beltrão, escritores, poetas, músicos, atores e outros artistas são convidados para o Sarau Literário na quinta-feira, as 19h45. O diretor do SESC no município, Leandro Rodrigues revela que este é um dia de expectativa maior.
Leandro conta que a Feira do Livro tem preços mais acessíveis e exemplares direcionados para a Semana.

ACESSE e veja a programação