Pertencente a 40º Sessão Judiciária de Palmas, sul do Paraná, a Comarca de Pinhão, será elevada a condição de entrância intermediária. Projeto de Lei nesse sentido foi aprovado, em primeira discussão, pela Assembleia Legislativa do Paraná.

Pela proposição  do Tribunal de Justiça do Paraná(TJPR), a referida Comarca (Pinhão e Reserva do Iguaçu)  passará a contar com uma nova vara judicial com dois novos juízes para permitir agilidade nos processos que tramitam no Forum local.

Conforme o deputado Valdir Rossoni, havia uma expectativa grande em torno dessa elevação que permitirá um melhor atendimento as demandas da população. Por sua vez, o prefeito Dirceu Oliveira, destacou a rápida tramitação do projeto pelo empenho dos deputados. Conforme ele, atualmente quatro mil processos estão parados na Comarca local.

Para a elevação, o  projeto deve receber nova votação antes da sanção do governador Beto Richa. O TJPR ainda não estabeleceu prazo para a  instalação da nova vara judicial, designação de novos juízes e  novos servidores