Por Ivan Cezar Fochzato

 

Neste sábado, 18 de dezembro, a Comarca de Palmas estará comemorando 114 anos de criação. Em 1896, pela Lei 233, Palmas recebeu os Foros da cidade, ficando sede da Comarca.Entretanto, a presença do Judiciário, em Palmas, data de 130 anos, pois através da Lei 586 de 16 de abril de 1880, foi elevada a categoria de Termo Judiciário, três anos após a freguesia local ter sido elevada a categoria de Vila. Atualmente a Comarca de Palmas tem sob sua jurisdição o município de Coronel Domingos Soares.

 

A Comarca centenária vem há três anos trabalhando no sentido de ampliar a estrutura física de seus órgãos de justiça, onde está projetado o Complexo Judiciário.Alterações administrativas junto ao Tribunal de Justiça do Paraná, não permitiram o início das obras do da estrutura, previstos para o início do próximo ano, e que agregará o Fórum do Tribunal de Justiça, a sede do Ministério Público, Fórum Eleitoral; a sede da OAB e ainda a Justiça do Trabalho. A única obra iniciada no local do Fórum eleitoral. A área que abrigará a estrutura é de seis mil metros quadrados.

O Diretor do Forum, Dr. Marcos Antonio da Cunha Araújo, explicou os motivos do atraso no início das obras na estrutura do Judiciário na Comarca de Palmas.(Áudio)

 

COMPLEXO JUDICIÁRIO

 

O Fórum da Justiça Estadual , terá uma estrutura física de 3 mil metros quadrados; a sede do Ministério Público com 1.157 metros; Fórum Eleitoral, 1206 metros. O restante do espaço será ocupado pela a sede da OAB e Justiça do Trabalho. Localizado à Rua Capitão Paulo de Araújo, o Centro Judiciário de Palmas, será construído ao lado da Delegacia de Polícia de Palmas, e da já criada pelo governo do estado Companhia da Polícia Militar Pelotão da Polícia Militar, e que deverá ser instalada ainda neste ano.