Por Evandro Artuzi 

A Polícia Militar realizou durante todo o mês de julho Operações Arrastão e de Trânsito nos 14 municípios da área de abrangência da 2ª Cia de Francisco Beltrão, realizando revistas em pessoas que se encontravam em bares, similares e transeuntes, visando minimizar os delitos.
Também foram realizadas Blitz de trânsito com o intuito de orientar motoristas sobre os cuidados indispensáveis na condução de veículos automotores, visando coibir infrações de trânsito e atuando de maneira repressiva nas situações em que somente a orientação não era suficiente, neste caso notificando os motoristas infratores. Ao longo do mês foram vistoriados 174 estabelecimentos (bares e similares), sendo revistadas 1.390 pessoas.
Na área de trânsito urbano foram vistoriados 4.391 veículos, sendo expedidas 297 autuações de trânsito e retidos 79 veículos. Segundo o Capitão Elisvaldo Balbino, Comandante da 2ª Cia, as infrações de trânsito mais freqüentes são o não uso do cinto de segurança, conduzir veículo indevidamente licenciado e com alteração de características (rebaixado).
Ele lembra que essas operações serão realizadas com freqüência na área da 2ª Cia PM, inclusive com emprego da ROTAM, que na madrugada do último sábado (31) apreendeu uma arma de fogo e dois veículos carregados de cigarro contrabandeado do Paraguai. As abordagens e apreensões aconteceram no interior de Renascença. Durante entrevista a Onda Sul FM na manhã desta terça-feira (03), o comandante da 2ª Cia destacou ainda o trabalho de repressão ao tráfico de drogas em Francisco Beltrão e microrregião. Segundo ele, P2 e Denarc tem trabalhado em conjunto para chegar com exatidão aos traficantes de Francisco Beltrão, responsáveis pela distribuição de droga em toda região. Lembrou ainda o envolvimento de menores no tráfico, muitas vezes influenciados pela própria família.
Ouça