• Compartilhe no Facebook

A operação da Garantia da Lei da Ordem pelo Exército e Polícias Militar, Rodoviária Estadual e Federal em diversos pontos de manifestação de caminhoneiros e agricultores nas rodovias do Sudoeste do Paraná, na ultima quarta-feira(30) ocorreram sem qualquer incidente. A avaliação foi feita na manhã desta sexta-feira(01) pelos comandantes da 15ª Companhia de Engenharia Mecanizada, Major Agostini e da ROTAM da Polícia Militar, Tenente Nicola, no Programa Pauta Dinâmica da Rádio Club de Palmas(99.5).

  • Compartilhe no Facebook

  • Compartilhe no Facebook

Conforme os oficiais, as unidades de Palmas realizaram as operações  em Clevelândia, Palmas, Mangueirinha e Coronel Vivida. Ambos ressaltaram que tudo ocorreu de forma tranquila com os caminhoneiros acatando pacificamente  e honrosamente as determinações. “Ficou claro que não estávamos tratando com o inimigo, mas com brasileiros. Os caminhoneiros, que tem uma profissão honrada, entenderam que estávamos cumprindo o que determina a lei”, destacou Comandante local do Exército.

Salientaram que em nenhum momento foi empregada a força para impedir que os caminhoneiros e a população se manifestassem, mas apenas para que fosse observada a Constituição Federal quanto ao direito de livre locomoção”, salientou o Major.

  • Compartilhe no Facebook

Quanto ao emprego de forte aparato, com diversas viaturas pela polícia militar e até blindados pelo Exército, esclareceram que faz parte do procedimento operacional.Conforme o tenente e o major foram empregados os mesmos equipamentos e tropas que são durante os treinamentos para este tipo de operação.

Comentaram que ouviram relatos de muitos caminhoneiros que queriam seguir com seu trabalho e voltar para próximo às suas famílias, mas temiam seguir viagem por eventuais represálias.

Conforme o Major, até o dia 04 de Junho,  há presença da tropa em todos os pontos em que haviam paralisações, bem como, se realiza patrulhamento militar ao longo das rodovias.