Começou o período de 40 dias da quaresma. Por tradição, muitas pessoas trocam a carne vermelha pela carne de peixe nessa época do ano. Com a procura em alta, fomenta a venda nos mercados e feiras de cada município.

O Feirante, Ademar Cuba está confiante no aumento das vendas de peixes, “nessa época do ano sempre aumenta bastante a venda, a expectativa é boa na quaresma”. Três vezes por semana, ele vende seus produtos na Feira do Produtor que é realizada no Espaço Compartilhado, localizado no calçadão Central de Francisco Beltrão.

Além da tradição, o consumo de peixe tem seu lado positivo para a saúde, é rica em vitaminas do complexo B, como a B12 e o ácido fólico. Mas, provavelmente, a maior contribuição dela para o organismo seja o ômega 3. Dentre as espécies mais consumidas na região, encontra-se o jundiá, carpa e tilápia.

Claimar Francescon não perdeu tempo, aproveitou o pouco movimento na cidade para ir até a feira. “A gente compra peixe faz muito tempo do pessoal aqui. Peixe faz bem para a saúde”.

Com a demanda em alta, o consumidor deve prestar muita atenção quando escolher o peixe. É preciso ver se eles estão frescos, as escamas e a carne devem estar bem firmes, os olhos saltados para fora e as guelras vermelhas. Nas feiras e supermercado, eles precisam estar sempre imersos em gelo e em boas condições de higiene.