Na quarta, 25, e quinta-feira, 26, desta semana, na Casa de Formação Divino Mestre (Francisco Beltrão) aconteceu a reunião ordinária do Clero da Diocese de Palmas-Francisco Beltrão. Teve a presença de Dom José Antonio Peruzzo, padres diocesanos e religiosos. Foram tratados assuntos gerais relacionados às ações evangelizadoras da diocese e paróquias.
Homenagem
O ponto alto do encontro foi a celebração em ação de graças pelo episcopado de dom José Antonio Peruzzo na Diocese. Ele próprio presidiu a celebração concelebrada por dezenas de presbíteros. Teve a presença das coordenações diocesanas das Pastorais, Movimentos e amigos de Dom José.
Representando o clero, Pe. Deucir José Poletti, Pároco da Paróquia de São Jorge do Oeste, usou da palavra destacando a importância de Dom José nos dez anos de trabalho na diocese. Confira na íntegra o pronunciamento:
“O clero de nossa diocese sente-se agradecido, orgulhoso pela vida e exemplo deixado por Dom José, pelos dez anos de ministério episcopal fecundo, a frente desta diocese, em meio a muitas dificuldades que precisaram paciência, prudência, perseverança, clareza filosófica, teológica, administrativa e pastoral. Desde sua chegada a esta diocese esforçou-se, sem reservas, para fortalecer a Igreja Diocesana.
Um homem de Deus preocupado com a formação dos seminaristas e padres. Um homem apaixonado pela Palavra de Deus, pela evangelização com inesgotável capacidade de trabalho, determinação e visão de futuro. Um pastor severo na orientação das coisas de Deus, sempre procurou tratar os padres com respeito e grande estima. Tirava seu tempo para visitar-nos e quando da impossibilidade de deslocar-se, nos recebida em sua casa para ouvir-nos. Um grande pastor, irmão, amigo e conselheiro. Um homem sábio que vivencia o amor e a fé na sua essência e a transmite com grande ardor. Seus princípios de fidelidade ao evangelho e ao povo deixa marcas em nossa vida, em nossa história. ‘Fazei discípulos…ensinai’.
Queremos ser eternamente gratos pela amizade, proximidade, pelo que fez, pelas orientações seguras, por projetar a Igreja do Sudoeste a partir do fundamento sólido, seja em suas metas, seja pela formação do seu clero e leigos.
Muito obrigado Dom José Antonio Peuzzo pela sua generosidade e sabedoria colocadas a serviço do Reino e sua paciência em nos mostrar o caminho da vida. Pelo perdão concedido frente nossos erros e limitações. Seremos sempre gratos. Que Deus o abençoe e fortaleça nesta nossa missão a frente da Arquidiocese de Curitiba e nunca esqueça desta porção do Povo de Deus que está no Sudoeste paranaense”.
Em nome das lideranças leigas, Ivete Cavalli destacou a importância da presença de Dom José valorizando a todos com sua presença acolhedora.
Em entrevista à imprensa, disse Dom José: “Eu não gosto de homenagens, mas quando as expressões são de afeto familiar e fraterno, a isso eu gosto. Foi isso que percebi na celebração. Atuando aqui, esta é a última reunião com o clero da diocese. Vieram amigos, funcionários, os quais eu tinha um cotidiano de maior proximidade por causa do trabalho. Não sei se mais ensinei, mas tenho a impressão de que muito mais eu aprendi. Se não foram lições acadêmicas, mas testemunho, alegria, especialmente a simplicidade de quem crê. Em muitas casas paroquiais eu vi santidades escondidas, mas muito reluzentes. Não aquele brilho de quem é famoso, mas a alegria de quem é coerente e autêntico. Isso vou levar comigo e espero nunca não esquecer pra me deixar ensinar sempre”.