Um Honda/Civic roubado em julho de 2014, na cidade de Curitiba, foi recuperado na tarde desta terça-feira (29), por volta das 15h, em Francisco Beltrão. A placa do carro foi reconhecida pela antiga proprietária que estranhou o fato do veículo ser cinza claro, sendo que o Civic que ela tinha vendido anteriormente era cinza escuro. A mulher entrou em contato com a PM, pois os documentos ainda estavam em seu nome. O antigo carro foi deixado em uma revenda de veículos e a empresa não realizou a transferência dos documentos conforme combinado.

A Polícia Militar esteve na oficina onde o Civic estava estacionado para conserto e, ao checar o número do chassi, constatou que a placa estava clonada. A original é realmente a de um Civic cinza escuro. Em contato com o proprietário do carro recuperado o mesmo confessou que havia perdido as esperanças de reaver o seu veículo, por ter se passado bastante tempo do roubo. O caso foi repassado à Polícia Civil que vai investigar com objetivo de descobrir quem foi o responsável pela clonagem.

Segundo o Comandante da 1ª Cia, Capitão Rogério Gomes Pitz, “sempre que houver a venda de um veículo é importante a pessoa preencher o documento de transferência registrado em cartório, tirar uma fotocópia e entregar no Detran (o chamado comunicado de venda). Ao se atentar a este pequeno detalhe evita-se sérios problemas como responder por crimes como homicídio, se evadir de local de crime e levar multas que a pessoa terá de pagar, sem contar os pontos que acumulam na CNH”.