A prolongada estiagem reduziu a vazão de rios, minas e poços em várias regiões do Estado. Aliados a isso, o aumento das temperaturas e a elevação do consumo de água tratada comprometem ainda mais os sistemas de abastecimento. No Sudoeste, estão em estado de alerta e podem ter falta de água a partir desta sexta-feira (2), as cidades de Capanema, Planalto, Santa Izabel do Oeste, Nova Prata do Iguaçu e Dois Vizinhos.

  • Compartilhe no Facebook

Situação do Rio Marrecas – Francisco Beltrão. Foto: Assessoria.

Em Santa Izabel do Oeste, nesta sexta-feira (2) houve redução de 60% na vazão do Rio Anta Gorda. O Rio Siemens, que abastece as cidades de Capanema e Planalto, perdeu 50% da vazão. Os rios Santa Cruz e Cotegipe perderam 40% de volume, comprometendo o sistema de Nova Prata do Iguaçu. E, em Dois Vizinhos, a redução registrada no Rio Girau Alto chega a 30%.

O gerente regional Valdir Dalsente, alerta que se não houver redução no consumo a situação poderá ficar ainda mais crítica. “Temos riscos imediatos nessas cidades e não há previsão de chuvas significativas que possam melhorar as condições dos mananciais. Por isso, precisamos da compreensão e apoio de todos neste momento”, afirma Dalsente. Em Francisco Beltrão, com redução de 20% na vazão do Rio Marrecas, o sistema de abastecimento fica em estado de alerta.

  • Compartilhe no Facebook

Rio Siemens – Capanema. Foto: Assessoria.

No momento, é imprescindível que todos colaborem, adotando hábitos de consumo racional da água. A orientação é para que seja priorizado o uso na alimentação e higiene pessoal. As limpezas mais pesadas, como lavagem de carros, calçadas e fachadas, devem ser adiadas até que a situação se normalize.

Reaproveitar a água do tanque e da máquina de lavar roupas pode contribuir muito com o consumo consciente. O reúso dessas águas pode ser aplicado na limpeza externa, no vaso sanitário e na rega de hortas e jardins. Reduzir o tempo do banho, fechar as torneiras durante a lavagem da louça, da escovação de dentes e do barbear são ações pequenas que representam muito na economia de água.

Ao encontrar qualquer tipo de vazamento de água na rua, a população deve avisar imediatamente a Sanepar pelo telefone 0800 200 0115.

Assessoria

Foto: (captação Rio Girau Alto – Dois Vizinhos)