Postado por Larissa Mazaloti

 

Matéria: Wesley Hoinatz

 

Chuva de granizo acompanhada de fortes ventos ocorrida na noite de sábado, 30, por volta das 21h10, atingiu a região do Vale do Jaracatiá, interior de Salto do Lontra. As comunidades mais afetadas foram: Linha Boeira, Santa Luzia do Bandeira, Santa Bárbara e Nova Sananduva.

 

Em questão de minutos, o temporal causou estragos em inúmeras propriedades, danificando coberturas de residências e outras benfeitorias.

 

Houve também queda de árvores, inclusive de pinheiros, e prejuízos nas lavouras. As coberturas dos centros comunitários das comunidades de Linha Boeira e Santa Luzia do Bandeira ficaram totalmente destruídos. Por sorte, ninguém se feriu.

 

Na propriedade do agricultor Ademir Dalbosco, na comunidade de Linha Boeira, a cobertura de um galpão onde estava o trator da associação de produtores e outros implementos agrícolas veio a baixo. A sua residência também teve a cobertura danificada.

 

Outra propriedade da comunidade de Linha Boeira que foi atingida foi a do seu Reinaldo Bianchini. A cobertura da casa foi totalmente destruída.

 

Na propriedade de Nelson Américo Ribeiro, em Nova Sananduva, o temporal derrubou não apenas a cobertura, mas toda a estrutura de um galpão onde estava uma colheitadeira (ceifa). Os prejuízos foram elevados.

 

Na manhã deste domingo, 31, a Defesa Civil e funcionários da prefeitura estiveram no local auxiliando os moradores e realizando levantamento dos prejuízos que ainda está sendo concluído. Em seguida será feito o relatório e encaminhado à Defesa Civil do Estado para viabilizar recursos estaduais ou mesmo federais no intuito de ajudar as famílias e as diretorias das comunidades que foram atingidas por este temporal.

 

O prefeito Luiz Carlos Gotardi, através de sua equipe de governo, já está mobilizado para atender os agricultores que moram na região do Vale do Jaracatiá e que tiveram prejuízos com este temporal.

 

Nova Prata do Iguaçu

 

Em Nova Prata do Iguaçu a chuva e o granizo também causaram estragos no interior do município. Os moradores da Comunidade de Nova Vitória tiveram um susto muito grande, sábado dia 30, por volta das 20h30 com a chegada repentina de um temporal.

 

As chuvas vieram acompanhadas de ventos fortes e granizo, que destruiu partes de telhados de diversas moradias, Centro Comunitário e Posto de Saúde, além de lavouras de fumo.
Segundo os moradores, o temporal não durou mais do que três minutos, mas os estragos foram grandes. Felizmente ninguém se feriu.

 

Na cidade de Nova Prata, de acordo com informações, o temporal provocou o destelhamento em pequena proporção de algumas casas e barracões, derrubou árvores e danificou antenas parabólicas.