Aconteceu na tarde de sexta-feira (16), na Câmara de vereadores do município de Chopinzinho, a votação do projeto de lei sobre a reposição salarial do funcionalismo publico do município, sendo aprovado pelos vereadores a reposição de 6,5%. A votação foi acompanhada por vários servidores públicos que ficaram indignados com o valor aprovado, a categoria reivindicava um reajuste de 10 %. Ainda nesta semana o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Chopinzinho – Sismuch, realizará uma Assembleia Geral para debater a possibilidade de uma paralisação das atividades.

O Presidente do Sismuch, Jovani Martins falou durante o programa Dinâmica Difusora da Rádio Difusora América AM, na manhã desta segunda-feira (19), sobre esta votação de sexta-feira. Segundo Jovani “ nós entendemos que 6,5% é algo desastroso  por que o servidor municipal de Chopinzinho hoje ele tem um dos menores salários da região, e uma coisa muito triste é que o nosso professor municipal vai receber a partir deste mês de janeiro abaixo do piso nacional”.

 

Nesta segunda-feira (19), acontece a segunda votação deste projeto de reajuste dos servidores públicos na Câmara de Chopinzinho. Para Jovani ” agora na segunda votação acredito que não vai haver mudança, até por que o posicionamento já esta bem definido, o sindicato vai se posicionar a partir de agora dentro da definição que já havia sido tomada com a diretoria e a própria base aliada, convocando uma Assembléia Geral onde à uma grande intensão dos servidores de partir para um principio de paralisação, de um estado de greve, para ver se sensibilizamos tanto a administração como o legislativo para este debate”.