O chocolate se tornou o presente ideal para quem tem família grande ou muitos convidados para a ceia. Isso por que, as embalagens evoluíram, estão mais estilizadas, com melhor aparência e o mesmo produto pode servir mais pessoas de uma vez só. Além disso, alguns chocolates são acompanhados por brinquedos e fazem a alegria das crianças. Mesmo assim, a preocupação com a saúde também é relevante. Por isso, a nutricionista Geci Strapazzon recomenda “deve-se ter muito cuidado com os exageros, pois o consumo em excesso de chocolate pode prejudicar a saúde, em contrapartida a escolha correta do chocolate bem como o seu consumo moderado pode trazer benefícios potenciais à saúde. Existe hoje uma variedade enorme de chocolates que agradam diversos tipos de paladares ate mesmo para quem tem alguma intolerância alimentar” explicou. Os mais comuns e que estão a venda de acordo com Geci são “tipo único de chocolate, misturados com frutas secas, com oleaginosas (castanha, avelã, amêndoas), sem lactose, sem açúcar, de soja, de alfarroba e aqueles que utilizam diversos tipos de chocolate em um mesmo produto”.

A nutricionista indica os benefícios do cacau ao ser humano “contém substâncias como flavonoides que quando ativadas no 

Para os comerciantes do setor, a venda de chocolates de natal corresponde a 100% de aumento do faturamento anual, se comparado com os demais meses do ano “nós nos preparamos para esta data, o valor que ganhamos em dezembro equivale a venda de todos os meses do ano, deixando abril fora da estatística, mesmo assim, o natal supera a venda da páscoa” declarou Waléria Santos, vendedora da Brasil Cacau. “ A pessoa entra na loja e pode montar a cesta conforme o gosto”, disse Waléria, que afirmou ainda “as empresas ajudam muito a aumentar o faturamento, pois a maioria, dá aos funcionários lembrancinhas de chocolate e uma ótima opção para agregar ao presente de natal”, finalizou ela.