por Ivan Cezar Fochzato

 

A região sudoeste do Paraná está incluída num campo de pesquisa da Associação Comercial e Industrial de (ACIC) de Chapecó, Santa Catarina, com o objetivo de conhecer a necessidade real de novas linhas aéreas para o aeroporto da cidade do Oeste catarinense.

As informações servirão para a ACIC, juntamente com outras entidades representativas, buscar alternativas para melhoria contínua do transporte aéreo de Chapecó. A pesquisa será operacionalizada pelo Instituto de Inteligência e Consultoria Organizacional (Inteleco).

O objetivo é obter entre 1.500 e 2.000 questionários respondidos, na área que abrange as regiões como Extremo Oeste, Meio Oeste, Norte, Oeste, Planalto Serrano, Vale do Itajaí do Estado de Santa Catarina, além do Sudoeste, Centro, Norte e Noroeste do Paraná e Noroeste do Rio Grande do Sul.

O questionário está disponibilizado no próprio aeroporto de Chapecó, através de parcerias com associações comerciais e através de link no site da ACIC. A coleta dos dados será feita até 31 de janeiro.

 

Na coleta das informações são identificados os principais destinos, o motivo do deslocamento para outras cidades, cidade de origem, quantas vezes em média usa os serviços ao ano, os destinos que gostaria que o aeroporto de Chapecó oferecesse, horários de vôos adequados para saída e chegada, quanto estaria disposto a pagar pela tarifa, qual seria a preferência de vôos, preferência por aeronave e quais companhias aéreas gostaria que operassem em Chapecó.

Atualmente operam em Chapecó três empresas: Avianca, Gol e NHT, com linhas Congonhas, Curitiba, Florianópolis, Guarulhos, e Porto Alegre.