Por Evandro Artuzi
O Subgrupamento de Bombeiros Independente de Francisco Beltrão (SGBI) estará ampliado sua estrutura nos próximos meses. A unidade contará com uma Seção de Bombeiros na cidade de Capanema, região de fronteira. O assunto foi discutido na semana passada entre o comando de Francisco Beltrão e a administração municipal. Conforme o comandante do 3º SGBI, Major Norton Alexandre Kapp, a instalação de nova Seção vinha sendo discutida desde que a unidade de Francisco Beltrão foi elevada a condição de Subgrupamento Independente.

O objetivo é oferecer um serviço mais amplo do Corpo de Bombeiros Militar na região de fronteira, até então atendida apenas pela Defesa Civil com Postos de Bombeiros Comunitários. A Seção de Capanema será estruturada assim que concluído o processo de formação dos novos soldados do Corpo de Bombeiros em Francisco Beltrão, detalhou Major Kapp.

Com isso, alguns dos novos profissionais serão destinados à nova unidade e devem trabalhar em conjunto com a Defesa Civil. Também deverá ser utilizada a mesma estrutura disponibilizada pela prefeitura, para o projeto Bombeiro Comunitário. “Apenas serão feitas algumas adequações para receber os militares e novos equipamentos, isso se for necessário. O que faremos em lá é semelhante ao que aconteceu em marechal Cândido Rondon e outras cidades, além disse pretendemos na medida do possível fazer o mesmo em Ampére, Santo Antonio do Sudoeste, Salto do Lontra, São Jorge D´Oeste e Planalto”, frisou Kapp. O comandante detalhou o processo de instalação das novas unidades militares durante entrevista à Onda Sul FM, de Francisco Beltrão.

A proposta de instalação do Bombeiro Militar foi muito bem aceita pela administração municipal de Capanema que está dando todo apoio e suporte necessário. Desde o início das discussões o prefeito Milton Kaffer (PMDB) tem acompanhado de perto as tratativas, inclusive no que se refere ao Funrebom, taxa recolhida pelo Corpo de Bombeiros junto às empresas.