O município de Candói ficou em primeiro lugar, entre os 399 municípios do Paraná no ranking do Índice de Transparência da Administração Pública, homologado pelo Tribunal de Contas do Paraná neste mês de maio. As informações utilizadas pelo Tribunal para a elaboração do Índice referem-se ao ano de 2019. O Índice de Transparência da Administração Pública é um parâmetro instituído pelo Tribunal de Contas do Paraná para medir o grau de transparência dos portais eletrônicos das prefeituras municipais.

Além da transparência, “o indicador avalia pontos considerando a perspectiva do usuário comum, e não apenas do usuário conhecedor da máquina pública. Pressupõe-se que o cidadão tenha interesse por informações que afetem o seu cotidiano”. Alguns itens da pesquisa também avaliam a facilidade na utilização das ferramentas.

O levantamento foi realizado em parceria com a Universidade Positivo, com 32 alunos, que avaliaram os portais de transparência dos 399 municípios do Paraná durante dois meses, a partir de um questionário composto por 16 tópicos, subdivididos em 159 itens.

De acordo com o TCE, o índice será um parâmetro de avaliação da transparência do município, possibilitando que os órgãos públicos melhorem suas notas no decorrer do tempo. A intenção do Tribunal é, gradativamente, também avaliar os portais de transparência das câmaras de vereadores, além dos sites da esfera Estadual, Legislativo, Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública e o próprio Tribunal de Contas.

Microrregião

Chopinzinho ocupa a posição número 297, entre os 399. Foz do Jordão é número 167, Rio Bonito do Iguaçu o 160, Reserva do Iguaçu a colocação número 223 e Porto Barreiro ocupa a colocação de número 78. Coronel Vivida está na 20ª posição entre os 399 municípios do Estado. Saudade do Iguaçu é o 237 e Sulina ocupa a posição de número 291. São João ficou na posição 236.

Da redação, com colaboração de Guilherme Zimmerman e assessoria TCE/PR