O vírus HPV, o Papiloma Vírus Humano, principal responsável pelo câncer de colo do útero, mata mais de cinco mil mulheres por ano e é o terceiro câncer mais frequente no país, segundo o Instituto Nacional do Câncer, o Inca.

O câncer de colo do útero só apresenta sintomas quando já está em estágio avançado, como explica o especialista em Oncologia do INCA, Gustavo Iglesias:

 

“O câncer, de qualquer órgão ou de qualquer lugar do corpo, ele é uma proliferação descontrolada das células do corpo. O câncer do colo do útero ele geralmente, quando ele dá sintomas, ele já se encontra em um estágio mais avançado. Um sintoma muito comum é o sangramento por via vaginal, principalmente depois da relação sexual. A mulher depois da relação sexual tiver algum sangramento por via vaginal, isso é um sintoma característico bem descrito”.

O Ministério da Saúde pretende vacinar contra o HPV meninas de 9 a 11 anos. Mas, as meninas e adolescentes com 12 e 13 anos, que já tomaram a primeira dose da vacina devem retornar aos postos de saúde para receber a segunda e, quem não tomou nenhuma das doses, deve iniciar a imunização, pois somente após as duas doses a adolescente estará protegida.

Estudos mostram que a vacina tem maior eficácia se for administrada em adolescentes que ainda não foram expostas ao vírus, pois, nessa idade, há maior produção de anticorpos contra o HPV que estão incluídos na vacina. Obtenha mais informações sobre a vacina contra o câncer do colo do útero e o HPV em uma unidade de saúde mais próxima de sua casa e no portal do Ministério da Saúde na Internet: www.saude.gov.br/hpv.

Confira o áudio da matéria: