Caminhoneiros retomam nesta sexta(20) o movimento deflagrado nacionalmente contestando uma série de situações e ações governamentais que está prejudicando a categoria, como elevado preço dos combustíveis e pedágio. Na outra ponta, reclamam  do valor recebido pelo frete que está inviabilizando o trabalho de transporte, também agravado pelas condições de estradas.

Foto: Guia Clevelândia
  • Compartilhe no Facebook

Foto: Guia Clevelândia

Na região, além de pontos de paralisação em Marmeleiro, Santo Antônio do Sudoeste, Barracão, os motoristas fizeram movimento no trevo de acesso a Clevelândia, na PRC 280.  Conforme o Guia Clevelândia, que registrou o manifesto,  o bloqueio gerou filas de aproximadamente oito quilômetros.

Hoje, conforme a Polícia Rodoviária Estadual  –  Posto de Palmas-  a mobilização dos caminhoneiros está ocorrendo no trevo de Mariópolis. Policiais informaram que apenas caminhões estão parados,sendo que para outros veículos não há qualquer interrupção.Em relação a outra importante rodovia para a região, a BR 153, policiais rodoviários do posto da PRF em Três Pinheiros, em Agua Doce, informaram que na referida via não há mobilização e o trânsito segue normal.