Caminhoneiros e agricultores que participaram do manifesto em São João, Sudoeste do Estado, demonstraram um ato de nobreza após o fim da paralisação. Na quarta-feira (30) entregaram o valor de R$ 576 reais e alguns quilos de alimentos para a escola de educação especial do município, a Apae.

Os valores e os alimentos são resultantes da sobra do que foi juntado durante os nove dias do manifesto. Os envolvidos na paralisação que concentrou atividades em um dos trevos de acesso a cidade disseram que o dinheiro é parte do que foi arrecado para se manter, bem como doações recebidas de empresários locais que apoiaram o ato, inclusive com o fechamento de suas empresas por algumas horas.

O movimento dos caminhoneiros de São João aproveitou o ato de repasse para a Apae e agradeceu a comunidade São Joanense pelo apoio e comprometimento durante os nove dias.