Um caminhoneiro do município de Ponte Serrada, oeste catarinense, teve seu caminhão roubado na cidade da Lapa (PR) e foi mantido como refém por mais de 16 horas, quando foi libertado às margens da BR-153 em Água Doce.

O crime ocorreu por volta das 21h30 da sexta-feira (17), quando a vítima foi abordada por dois homens. Um deles subiu pela porta do motorista, enquanto o outro entrou pelo lado do passageiro, ordenando que o caminhoneiro entregasse a direção do veículo para um dos bandidos.

Cerca de um quilômetro à frente, a dupla parou e sob ameaças, ordenou que a vítima saísse do caminhão e entrasse em um VW/Gol, ocupado por outros três indivíduos. Dentro do carro, foi colocado um capuz na cabeça do caminhoneiro, que, sem saber para onde estava indo, ficou em poder dos bandidos até o meio da tarde de sábado (18), quando foi deixado às margens da BR-153, já no município de Água Doce.

O homem seguiu até o posto da Polícia Rodoviária Federal, onde relatou o fato, sendo orientado a registrar a ocorrência junto à Polícia Civil. Ainda não há pistas sobre o bando. A carreta Scania, placas MJC-3541 de Concórdia (SC), carregava inseticidas, num valor avaliado em R$ 50 mil.