por Ivan Cezar Fochzato

 

Familiares de um um caminhoneiro de General Carneiro que morreu num acidente ainda no fim de semana na Argentina, terão que esperar até a próxima semana para receber o corpo do familiar.

O motorista que dirigia uma carreta com placas de Concórdia morreu depois de ser atropelado por uma motocicleta em Buenos Aires, na Argentina.

O motorista estava na capital argentina aguardando para descarregar quando foi atravessar uma rodovia à pé e acabou sendo colhido por uma motocicleta que estava em alta velocidade. O caminhoneiro morreu no local.

 

O corpo deve ser  liberado para os atos fúnebres  somente na próxima segunda.