Aconteceu ontem (29) mais uma sessão itinerante da Câmara de Francisco Beltrão, a quarta desse ano de 2015. Foi na comunidade de Seção São Miguel. A reunião foi à noite, mas durante a tarde vários vereadores já estavam no centro comunitário para conversar com os moradores e ouvir as suas reivindicações. Inclusive lideranças de diversas localidades daquela região compareceram para pedir apoio para os seus pleitos.

No caso de Seção São Miguel, as principais reivindicações foram: alargamento da ponte sobre o rio São Miguel para possibilitar a passagem de máquinas agrícolas; iluminação pública da PR 566 até a sede da comunidade; calçamento do contorno que liga a comunidade até a PR 566, com extensão de um quilômetro; academia da terceira idade; melhorias no sinal de telefonia móvel; revitalização do centro comunitário e melhorias em acessos e estradas. Sérgio Kaupka, presidente da Associação de Moradores, usou a Tribuna para apresentar as reivindicações.

Durante a sessão, que contou com a presença de quase 100 pessoas, recebeu aprovação unânime Projeto de Lei do vereador Roberson Artifon Fiera (PT), subscrito pela vereadora Maria de Lourdes Pazzini, (PMDB), que cria o Programa Doadores do Futuro nas escolas municipais. A finalidade é conscientizar as crianças sobre a importância da doação voluntária de sangue, órgãos, tecidos e medula óssea, através da promoção de cursos, palestras e outras iniciativas. Também são público alvo os pais, professores e servidores da rede municipal de ensino.

Outros três projetos aprovados são do Executivo. Um deles institui a 2ª edição do programa denominado de Tempo de Conciliação, que visa promover a regularização de créditos do município em relação a tributos municipais atrasados, vencidos até 31 de dezembro de 2014, inscritos ou não em dívida ativa, ajuizados ou a ajuizar. Os débitos fiscais poderão ser parcelados em até três vezes. No caso do pagamento à vista, haverá isenção de juros e multa e a correção monetária terá desconto de 50%. Em três pagamentos, também são concedidas vantagens. O programa terá sequência até 30 de setembro.       Conforme informações da secretaria municipal de Finanças, o passivo tributário do município chega hoje a R$ 23 milhões. Deste total, mais de 50% é constituído por multas, juros e correção monetária.

Outro projeto altera a lei que dispõe sobre a estrutura administrativa da secretaria municipal de Esportes, adotando um novo organograma que prevê a criação das divisões de badminton, ginástica artística, handebol, esportes adaptados, ATIs, dentre outras. Mais um projeto autoriza o executivo a contratar empréstimo de R$ 3,2 milhões da Agência de Fomento do Paraná. Os recursos serão aplicados na construção da nova ponte no Rio Marrecas, na rua Octaviano Teixeira dos Santos.

Por meio de Requerimento a vereadora Elenir de Souza Maciel, (PP), reivindica a construção de uma ponte sobre o rio Lonqueador na rua Ponta Grossa, ligando os bairros Presidente Kennedy e Miniguaçu. O vereador Brizola, (PSL), sugeriu a adoção do cartão de estacionamento do Faixa Azul com tempo de 20 minutos para beneficiar os usuários que vão utilizar a vaga de estacionamento por um período curto. Roberson Artifon Fiera, (PT), requereu da Prefeitura um relatório completo sobre a aplicação do valor de R$ 1.783.888,07 referente a arrecadação de multas no exercício de 2014 através dos radares instalados no município. Também quer saber o total arrecadado em 2013 e onde o dinheiro foi aplicado.

O vereador Paulo Grohs, (PSDB), reivindicou operação tapa buracos na rua José Bonifácio, bairro São Miguel, e asfaltamento na rua Santa Maria Bernardete, trecho entre a avenida Presidente Getúlio Vargas e a rua Tiradentes, ligando os bairros São Miguel e Cristo Rei. Ivanir Tupi Prolo, (PP), indicou a recuperação da estrada da Linha Macagnan até o acesso ao bairro Jardim Seminário. Maria de Lourdes Pazzini, (PMDB), pediu limpeza e tubulação no córrego localizado no desvio da estrada que dá acesso ao cemitério do Jacutinga.

A próxima Sessão Ordinária Itinerante será no dia 13 de julho, às 19h00, no bairro Alvorada. O objetivo destes encontros é aproximar ainda mais o Legislativo da comunidade. Geralmente são realizados na última segunda-feira do me mas, devido ao recesso do segundo semestre de julho, a reunião está confirmada para o dia 13.