Venceu na segunda-feira(09) o prazo para as famílias que ocuparam irregularmente 13 casas das 139 casas do Residencial São Francisco II, em Palmas, sul do Paraná, deixassem o local, a partir de uma notificação da Caixa Econômica Federal. As casas são integrantes do Programa Minha Casa Minha Vida e estão sob  propriedade do Fundo de Arrendamento Residencial da Instituição financeira.

Ao jornalismo RBJ/Rádio Club AM, as famílias relataram que ocuparam as casas porque não tinha condições de pagar aluguel e nem para onde ir. Os moradores, diante da irregularidade, receberam tempo de cinco dias para deixar o local prazo encerrado ontem(09).

Conforme o Departamento de Administração Fundiária do município através da advogada, Karina Camargo Martins Lorenzetti, as referidas famílias não haviam sido contempladas neste projeto habitacional. Informou que algumas já deixaram o local dentro do prazo estabelecido e outras já demonstraram disposição em atender a notificação.

Alertou que se isso não acontecer, a Caixa deverá ingressar na justiça com pedido de reintegração de posse dos referidos imóveis. Explicou que uma invasão pode trazer uma série de complicações aos infratores, visto que, poderão ficar com restrição cadastral junto a caixa e impedidas de serem beneficiadas em outros projetos habitacionais.