O município de Palmas, sul do Paraná, registrou uma queda de 55% no número de homicídios dolosos nos seis primeiros meses do ano, comparado ao mesmo período do ano passado. Entre janeiro e junho, foram registrados quatro homicídios dolosos, quando há intenção de matar.

Com uma taxa de 8,3 mortes para cada 100 mil habitantes, o município está abaixo está abaixo da média estadual de 10,7 mortes. Para a ONU (Organização das Nações Unidas), é considerado tolerável um índice de 10 mortes para cada 100 mil pessoas. As informações são da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Ao todo, os municípios da 5ª Subdivisão Policial registraram 21 homicídios no semestre. No entanto, os números foram contabilizados por 8 municípios: Chopinzinho (4); Clevelândia (1); Coronel Vivida (1); Mangueirinha (2); Palmas (4); Pato Branco (6); São João (2) e São Jorge do Oeste (1). Bom Sucesso do Sul, Coronel Domingos Soares, Honório Serpa, Itapejara D’Oeste, Mariópolis, Saudade do Iguaçu, Sulina e Vitorino não registraram crimes do gênero.

No ano passado foram 24 homicídios registrados pela 5ª SDP. Palmas liderou as estatísticas com 9 homicídios. Com uma população estimada em 273,9 mil habitantes, a região da 5ª SDP fechou o primeiro semestre de 2015 com uma taxa de 7,6 mortes para cada 100 mil pessoas, índice abaixo do estipulado pela ONU.