O Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) do governo federal completou 18 anos nesta quarta-feira (24), com mais de 18,9 mil pessoas registradas no município de Palmas, Sul do Paraná.

O CadÚnico garante acesso a mais de 20 programas e possibilita a identificação das famílias mais pobres e a elaboração de políticas públicas focadas para este público.

Segundo os dados mais recentes do Ministério da Cidadania, 6.960 famílias estão cadastradas em Palmas, o que corresponde a 18.944 palmenses, cerca de 37,7% de toda a população do município, estimada em 50.198 habitantes.

Desses, 3,4 mil são pessoas cadastradas em famílias com renda per capita mensal de R$ 0,00 até R$ 89,00. Outros 5,5 mil são de famílias com renda per capita mensal entre R$ 89,01 e 178,00. Há ainda 7 mil cadastrados, cujas famílias têm renda per capita entre R$ 178,01 e ½ salário mínimo, e mais 2,9 mil em famílias com renda per capita mensal acima de meio salário mínimo.

O principal programa social vinculado ao CadÚnico é o Bolsa Família, que neste mês de julho beneficiou 2,3 mil famílias, repassando R$ 303,8 mil, cerca de R$ 131,32 por família, em média. De acordo com o Ministério da Cidadania, entre janeiro e julho, foram transferidos R$ 2,13 milhões para beneficiários do programa em Palmas.