O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) aprovou, sem restrições, a compra da marca Dako pela Atlas Eletrodomésticos, indústria sediada em Pato Branco, Sudoeste do Paraná. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (19).

A marca Dako anteriormente pertencia à Mabe Brasil, que decretou falência no início de 2016, e foi vendida para o grupo sueco Electrolux em leilão homologado em outubro deste ano. Na época, a Electrolux pagou R$ 70 milhões pela propriedade intelectual. O valor da transação com a Atlas não foi divulgado.

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica é uma autarquia federal, vinculada ao Ministério da Justiça. Tem como sua atribuição principal zelar pela livre concorrência no mercado, sendo a entidade responsável, no âmbito do Poder Executivo, não só por investigar e decidir, em última instância, sobre a matéria concorrencial, como também fomentar e disseminar a cultura da livre concorrência.