Criminalística foi acionada para perícia no local. Foto: Ivânia Bonatto/ Diário da Informação
  • Compartilhe no Facebook

Criminalística foi acionada para perícia no local. Foto: Ivânia Bonatto/ Diário da Informação

A noite de terça-feira (14), feriado municipal, foi marcada pela violência em Francisco Beltrão, no sudoeste do Estado. O cabo aposentado do Corpo de Bombeiros, Vilmar Fiori Gomes da Silva, de 52 anos, foi morto a tiros e a esposa dele, Terezinha Verônica Fiori Gomes da Silva, baleada com um tiro no ombro.

Cabo Fiori foi atingido no rosto. Foto: Reprodução Facebook
  • Compartilhe no Facebook

Cabo Fiori foi atingido no rosto. Foto: Reprodução Facebook

O latrocínio aconteceu na residência do casal na comunidade de Linha Santa Bárbara, por volta das 23h30. Ambos chegavam em casa e foram surpreendidos pelos bandidos que já estavam no local.

Segundo informações, Cabo Fiori percebeu a movimentação e foi até o carro pegar sua arma. Nesse intervalo a esposa foi baleada com um tiro no ombro. Para defende-la, o bombeiro teria entrado em luta corporal com os bandidos e também foi baleado, sendo atingido no rosto.

Socorristas do Siate foram acionados e prestaram atendimento ao casal, porém ele não resistiu e morreu ainda no local. Os bandidos fugiram sem levar nada, apesar de ter separado vários objetos. O casal retornava de uma festa de aniversário que havia participado na casa de um dos filhos, Bruno, que também é bombeiro.

A Polícia Militar mobilizou todo o efetivo e realizou buscas em bairros próximos, mas não conseguiu localizar os bandidos. O local do crime foi isolado para perícia da Criminalística. Em seguida, o IML fez o recolhimento do corpo. A Polícia Civil também mobilizou suas equipes e está coordenando a investigação para apurar elucidar o crime.

Cabo Fiori era adestrador de cães e também bastante ligado a cultura tradicionalista, com participação ativa em grupos de cavaleiros e CTGs de Francisco Beltrão. É pai de dois filhos, Bruno e Rafael. Bruno é Bombeiro Militar e atua na área de comunicação. Já foi comunicador e produtor da Rede Bom Jesus de Comunicação (RBJ). Trabalhou na Onda Sul FM e na Horizonte FM.

A equipe RBJ se solidariza a família.