Por Lucas Moraes – O presidente Jair Bolsonaro assinou decreto que revoga o horário de verão em 2019. A assinatura ocorreu nesta quinta-feira (25), durante cerimônia no Palácio do Planalto. Segundo o presidente, a medida segue vários estudos que analisaram a economia de energia no período e como o relógio biológico da população é afetado com as mudanças de horário.

Um estudo divulgado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico, considerou nula a economia de energia durante o horário de verão 2017/2018. Por outro lado, a área técnica do Ministério de Minas e Energia ponta que o Brasil economizou pelo menos R$ 1,4 bilhão desde 2010 por adotar o horário de verão.

O horário de verão foi adotado pela primeira vez no país no fim de 1931 e durante os últimos 35 anos o horário ocorreu sem interrupções no Brasil.