A Polícia Civil de Pato Branco divulgou no final da tarde desta quarta-feira (19) que o bebê de 20 dias que morreu na cidade durante a madrugada foi agredido pelo pai. A informação foi prestada à imprensa pelo delegado Getúlio de Morais Vargas, chefe da 5ª SDP.

Segundo ele, o pai confessou durante depoimento que teria agredido a mulher, o bebê e os outros dois filhos, também menores. A mãe da criança foi ouvida e liberada. Uma cunhada do agressor, que é madrinha do bebê, confidenciou à polícia que na terça-feira (18) tinha percebido algo estranho com a criança, porém ela estava enrolada em um cobertor grosso e o pai não deixou que tirasse a coberta.

O laudo do IML (Instituto Médico Legal) apontou que o bebê teve traumatismo crânio encefálico e fraturas em várias partes do corpo. O pai, identificado como Renan Antônio Antunes de Lima, de 34 anos, foi autuado em flagrante por homicídio e permanece recolhido junto a carceragem provisória da 5ª SDP.