Os bancários de Pato Branco e Dois Vizinhos, sudoeste do Paraná, decidiram em assembleias realizadas na quinta-feira (08) e nesta sexta-feira (09), aderir à greve nacional da categoria, por tempo indeterminado.

A partir de agora, somente autoatendimento estará disponível nas agências, para saques e pagamentos. Não haverá atendimento aos clientes. Ainda nesta sexta-feira, bancários de Francisco Beltrão e Chopinzinho reúnem-se para decidir pela adesão ou não ao movimento grevista. Em Palmas, sul do Estado, a assembleia deve ocorrer no inicio da próxima semana.

A categoria pede reajuste salarial de 16%, valorização do piso no valor do salário-mínimo calculado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), de R$ 3.299,66 em junho, PLR de três salários mais R$ 7.246,82, combate às metas abusivas e ao assédio moral, melhores condições de trabalho, fim da terceirização e proteção ao emprego e vales-alimentação e refeição maiores.