Waldir de Oliveira, presidente do Sindicato dos Bancários Sudoeste. Foto: Evandro Artuzi/RBJ
  • Compartilhe no Facebook

Waldir de Oliveira, presidente do Sindicato dos Bancários Sudoeste. Foto: Evandro Artuzi/RBJ

Depois de Pato Branco e Dois Vizinhos, os bancários de Francisco Beltrão e Chopinzinho também decidiram aderir à greve nacional da categoria. A decisão foi tomada durante assembleia na tarde desta sexta-feira (09). Em Francisco Beltrão, dos 51 bancários participantes na assembleia, 39 votaram favoráveis, 11 contrários e um votou em branco. Com a decisão, a partir de terça-feira (13) as agências dos Bancos do Brasil, Caixa Econômica, Itaú, Santander e HSBC estarão com as portas fechadas em Francisco Beltrão.

Em Chopinzinho a greve vai afetar clientes e correntistas da Caixa Econômica, Banco do Brasil, Bradesco e Itaú. Apenas os caixas eletrônicos estarão funcionando normalmente. Os funcionários estarão em frente as agências orientando os clientes para que não haja problemas.

Funcionários que não optaram pela greve, a princípio poderão entrar nas agências, mas o presidente do Sindicato dos Bancários do Sudoeste, Waldir de Oliveira, garante que será feito um trabalho para convence-los a aderir a paralização, afinal em caso de reajuste todos serão beneficiados.

Waldir informou que a categoria reivindica um reajuste de 16,5%, mas a Fenaban (Federação nacional dos Bancos) que representa os banqueiros ofereceu apenas 5,5%, valor defasado se analisada a inflação que chega a 10%. Segundo ele, a greve é por tempo indeterminado.

Ouça reportagem Onda Sul FM……