Com a época de festas chegando, as compras via Foz do Iguaçu se tornam um verdadeiro exercício de paciência. A saída então é migrar para as compras no Paraguai via Guaíra. Mas exatamente nestes dias, a balsa que faz a travessia entre Guaíra e Salto del Guairá (Paraguai), pelo reservatório de Itaipu, está parada. O problema tem se agravado nos últimos dois meses pela contínua redução do nível do lago – seca na cabeceira do rio Paraná. Em função das dificuldades operacionais, a empresa que faz a travessia decidiu temporariamente suspender as atividades.

Sem o suporte da balsa, as pessoas precisam se utilizar da Ponte Ayrton Senna, que liga os estados do Paraná e Mato Grosso do Sul. O procedimento é mais complicado do que apenas empregar uma rota adicional, já que envolve passar por regiões de fronteira entre estados e países. É necessário que viajantes, muitas vezes, consigam a autorização aduaneira para sair de um e entrar no outro. Com a utilização da balsa, o procedimento é mais simples e rápido e as compras no Paraguai se tornam mais fáceis.

O recuo das águas da represa de Itaipu tem sido cada vez mais frequente nos últimos anos. Em 2012, a baixa do nível foi uma das mais severas e demorou meses para que a travessia por balsa voltasse à normalidade. Quem mora na região de Guaíra diz que o último ano foi diversidade nunca vista. Um morador local, chamado Alauri Marcondez diz que “Tivemos um forte período de seca, depois de chuvas e até inundações nas margens e agora, novamente a drástica redução do nível do reservatório. Eu tenho 62 anos e nunca vi algo assim.”