Passaram-se 212 dias a frente da prefeitura de Chopinzinho, no sudoeste do Paraná. Durante esses dias muitos fatos aconteceram na primeira gestão do prefeito Leomar Bolzani (PSDB) eleito em 2012 com 75,67 % dos votos.

 

Numa conversa aberta Bolzani comentou os desafios do primeiro semestre no comando do município, destacou a economia, as enchentes, saúde e um dos principais problemas da cidade, segurança pública. A entrevista aconteceu na quinta-feira (01) pela manhã no estúdio da rádio Difusora América em parceria com o Jornal Gazeta Regional e Portal RBJ.

 

 

“Foi um primeiro semestre de muito trabalho, observamos um ritmo bastante acelerado, principalmente no início do mês de março. Um primeiro semestre que eu faço uma avaliação positiva, porém difícil. Principalmente devido a dois fatores, excesso de chuvas observadas nos dias 08 e 09 de janeiro e também agora no final do mês de junho, onde tivemos duas enchentes nesses seis primeiros meses. E outro motivo que nos assolou e preocupa todos os municípios é a brusca queda de arrecadação devido à baixa violenta do FPM”. Comenta Leomar ao avaliar o início de sua gestão.

 

Economia

O ano de 2013 não foi de bons resultados econômicos para grande parte dos municípios brasileiros, devido à queda no repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Muitos gestores se obrigaram a cortar gastos e congelar investimentos.

 

Em Chopinzinho, desde o mês de maio, a cidade deixou de arrecadar mais de 1 milhão de reais. Dado que preocupa gestores e população, fazendo as prefeituras redobrarem as atenções nas contas, “hoje estamos com as nossas finanças sanadas, temos o perfeito equilíbrio das contas, embora estamos sofrendo bastante com essa queda do FPM”. Frisa Bolzani.

 

Um dos principais gastos das prefeituras são com a folha de pagamentos dos funcionários, no município o percentual chega à casa de 43%, “temos hoje na nossa folha em torno de R$ 1.650.000,00 mensais da folha efetiva da prefeitura municipal. Com certeza é uma situação muito confortável se compararmos com outros municípios que observamos estar atingindo o limite prudencial”. Cada município brasileiro pode gastar com a folha de pagamento 54% do que arrecada mensalmente, caso os valores ultrapassem o teto, o prefeito estará impedido em adotar mais medidas que impliquem em mais despesas com o funcionalismo público.

 

Concurso Público

Segundo informações do prefeito Bolzani, nesse mês de agosto deve ser lançando o edital de concurso público para contratação em 27 áreas, “é bem verdade que teremos no segundo semestre a necessidade da realização de mais um concurso público para aproximadamente 27 cargos que estamos com defasagem de profissionais”.

 

Dentre as vagas que serão abertas destacam-se médicos, auxiliar e técnico de enfermagem, operadores de máquinas, motoristas, engenheiros, veterinários, auxiliar administrativo, auxiliar de serviços gerais, nutricionista, cuidador social, agentes de endemia e fonoaudiólogo. “Profissionais que sentimos a necessidade de estar incrementando pelo volume de trabalho nessas áreas que temos e até porque temos alguns terceirizados e precisamos cumprir com a legislação que é de efetiva-los”. Destaca o prefeito.

 

O concurso deve ser realizado no mês de novembro, as contratações acontecem no início de 2014.

 

 

Saúde

O investimento em saúde pública ganhou força em debates e manifestações nas principais cidades do Brasil, no mês de julho. Infraestrutura, qualidade, profissionais, enfim, a população pedia um sistema de saúde melhor. Em Chopinzinho a realidade é bem diferente comparado a outros municípios em questão de estrutura e equipe. No primeiro semestre foi implantada no município a Ouvidoria SUS, meio de comunicação que aproxima o usuário da administração e busca em conjunto com opiniões, soluções para melhorar o sistema.

 

Ao comentar sobre o tema, Leomar Bolzani destacou a contratação de médicos nessa primeira etapa de 2013, “hoje para você ter uma ideia Francione, temos mais de 20 profissionais médicos trabalhando na área pública de saúde do município de Chopinzinho. Demos um passo importante na contratação de oito médicos especialistas, sendo dermatologista, neurologista, ortopedista, urologista, psiquiatra, reumatologista, oftalmologista e cardiologista”.

 

Dados da Secretária Municipal de Saúde informa que entre janeiro a junho foram realizados 38.844 exames. Sendo 42 mil atendimentos na farmácia básica, 9.080 consultas de especialidades, 21.622 consultas na rede básica de saúde.

 

Questionado se faltam médicos em Chopinzinho, Bolzani diz que está equilibrado, mas o município têm a necessidade de mais profissionais, “conseguimos equalizar a demanda de médicos na área pública. Obviamente em alguns dias conforme a demanda se tivesse mais dois médicos seriam bem-vindos”.

 

O município aderiu ao programa do governo federal “Mais Médicos”, solicitando um profissional para a cidade.  

 

 

Enchentes

Terça-feira, dia 08 de janeiro de 2013, mais de 50 moradores preocupados, pois a água adentrava suas residências, estragando móveis e colocando em risco a vida de familiares. Nessa semana foi registrada a primeira enchente desse ano em Chopinzinho.

 

Mas o que poucos esperavam era que após cinco meses esse mesmo fato voltaria a preocupar os moradores da cidade. No final do mês de julho os municípios da região foram castigados pelo excesso de chuva, e novamente registro de enchente no município.

 

Esse foi um dos principais problemas da administração municipal nesse primeiro semestre, fazendo adotar algumas medidas coerentes para evitar que o fato aconteça, “o início de um mandato com duas enchentes desvia o planejamento de muitas ações de qualquer administração. Mas já estamos trabalhando desde o início do ano para a resolução desse problema, que aqui sejamos justos, isso não é um problema do mandato do prefeito Leomar. Este problema arrasta-se há mais de 20 anos, e se ele fosse tão simples de ser resolvido, com certeza ele já teria sido resolvido”. Desabafa Bolzani ao comentar sobre o problema que exigiu grandes medidas para conter o problema.

 

“Conseguimos avanços importantes, redimensionamos a passagem de água, na divisa do Bairro Verdi com o Loteamento Casarão. Já posto a prova nesta última enchente, vencendo a quantidade de água que o rio acolheu. Estamos nesse momento em obras na Rua Frei Everaldo, construindo uma obra importante na resolução desse problema que é a ponte daquele local. Estudamos, pensamos em aumentar a tubulação, resolveríamos o problema por alguns anos, mas a decisão foi a troca dos tubos pela ponte. Uma obra de 225 mil reais”.

 

Nesta semana o prefeito Leomar participa em Curitiba de uma solenidade de assinatura de convênio com o governo do estado, para a construção da ponte próxima ao Loteamento Bela Vista. A obra está orçada em 330 mil reais, e será iniciada no começo de 2014.

 

 

Segurança Pública

Medo de sair à noite, insegurança em plena luz do dia, tem sido assim nos últimos anos o pensamento de vários chopinzinhenses devido à onda de homicídios registrados em Chopinzinho. Desde 2008, mais de 30 ocorrências foram registradas, mas poucas com soluções.

 

Esse tema foi à base da conversa com o prefeito de Chopinzinho Leomar Bolzani, o qual fomentou algumas conversas com a Secretaria Estadual de Segurança Pública do Paraná, “como poder público estamos correndo atrás, para que seja viabilizado aqui a Polícia Militar e Polícia Civil do município as condições ideais para esse suporte da segurança no dia-a-dia. É um problema que acontece há vários anos e temos trabalhado em alguns pontos que considero básicos para resolver esse problema. Estamos trabalhando para o aumento do efetivo policial da Polícia Militar, o Governador Beto Richa já nos atendeu com alguns policiais, recebemos uma nova viatura, tenho solicitado a Secretaria Estadual de Segurança Pública o aumento de profissionais na área de investigação, já que a ocorrência desses assassinatos precisa de profissionais que traga as claras esse circuito”.

 

Existe a probabilidade de Chopinzinho sediar a Rotam a partir de 2014, mas o município de Coronel Vivida, onde está a sede da 2º Companhia da Polícia Militar, manifestou interesse em ter a Rotam na cidade. Uma disputa que dependerá da articulação das autoridades para entrar num consenso e destinar a cede a uma das cidades.

 

Para Leomar, existe 90% de chance da Rotam vir para Chopinzinho, “eu avalio assim Francione, 90% que essa equipe realmente esteja sediada aqui em Chopinzinho. Até porque já estamos trabalhando essas questões. Temos o entendimento muito bom com o prefeito de Coronel Vivida, e é uma questão até de logística estar sediada aqui no município para o melhor atendimento dos municípios da região”.

 

O pelotão de Chopinzinho deve ser ampliado nos próximos meses para acolher a Rotam. O projeto está pronto e foi apresentado ao governo estadual. 

 

 

Expochopim 2013

O ano de 2013 também é de festa para Chopinzinho, pois no mês de dezembro acontece no Centro de Eventos da cidade, a Expochopim 2013. O lançamento da feira será realizado no dia 17 de agosto, durante a final do Canta Terra.

 

“Estamos há mais de três meses trabalhando, nos reunindo quinzenalmente para a formatação deste grande evento. A data está definida de 12 a 15 de dezembro, teremos uma questão muito especial no dia 14, será um sábado, aniversário do município. E estamos com a programação fechada, inclusive com as datas de shows reservadas com os artistas”.

 

Segundo o prefeito ele não pode anunciar ainda os cantores que estão na programação da feira, porque nas próximas semanas acontece a assinatura dos contratos com os artistas. Mas Bolzani adiantou o gênero musical de cada dia da Expochopim, “teremos um show Gospel, Pop Rock, show sertanejo e teremos também a presença de uma banda para o público de forma geral”.