Revólver usado no crime foi apreendido. Foto: Evandro Artuzi
  • Compartilhe no Facebook

Revólver usado no crime foi apreendido. Foto: Evandro Artuzi

A Polícia Civil de Francisco Beltrão elucidou na tarde desta segunda-feira (27) o assassinato de Gilmar Telles, 22 anos, popular “Véio”, registrado na madrugada de sábado (25), no Bairro Marrecas.

O autor do crime, Fabiano Antonio Cardoso Pinto, popular “Toco”, se apresentou na 19ª SDP (Subdivisão policial) a fim de esclarecer o fato. Em companhia de seu advogado, Fabiano confessou que atirou em Gilmar e fez a entrega da arma usada no crime, um revólver Rossi, calibre 38. O motivo, segundo ele, teria sido as constantes ameaças sofridas por parte de Gilmar.

Fabiano afirmou que estava no bailão e foi informado que Gilmar estava em frente ao clube quando então resolveu ir verificar. Ao sair, os dois se encontraram e Gilmar ameaçou sacar uma arma, por isso efetuou os disparos. Em seguida fugiu e aguardou o período do flagrante passar para se apresentar. Fabiano foi qualificado e, por enquanto, vai responder em liberdade, mas a polícia não descarta a possibilidade de sua prisão.