O Ministério Público(MP) está promovendo uma audiência pública para discutir as condições da estrutura assistencial à crianças e adolescentes no município de Palmas, sul do Paraná. O ato ocorrerá hoje(09) no plenário do Poder Legislativo, às 14h00. Além do convite à população, foram convocados membros dos Poderes Legislativo e Executivo, gestores e equipes técnicas das entidades que fazem parte da rede de proteção.

Para o Promotor de Justiça, José de Oliveira Júnior, além das políticas assistenciais, o ato servirá para apresentação de um diagnóstico que aponta, preliminarmente, um quadro  deficitário  de atendimento pela rede que envolve Centro de Referência da Assistência Social(CRAS); Centro de Referência Especializado de Assistência Social(CREAS); Conselho Tutelar e Casa Lar. “Na audiência pública vamos ter a oportunidade de expor a situação, ouvir o que o administrador público tem a dizer, verificar e apresentar o que a lei pede, o que é necessário, e o que falta para um serviço de qualidade”, destacou o promotor.

Adiantou que a falta de estrutura física e pessoal para os órgãos resulta em prejuízo à sociedade que enfrenta problemas sociais que culminam na violência infanto-juvenil