por Ivan Cezar Fochzato/Alencar Pereira

 

 

A construção de Unidade Básica de Saúde no Bairro Santuário foi definida na noite de ontem (17) durante Audiência Pública na Câmara de Vereadores, que discutiu a aplicação de recursos do Orçamento Federal no município. Pelas regras da Proposta de Emenda Popular da Câmara dos Deputados, o município de Palmas tem direito a receber verba de 600 mil reais.

 

Conforme o presidente do Legislativo, Cesar Pacheco Batista, havia a orientação de que os recursos poderiam ser aplicados em várias áreas, entretanto, foi enviado comunicado da Comissão Mista do Orçamento federal, disciplinando que as propostas deveriam ser dirigidas apenas as áreas de saúde e saneamento básico.

 

O fato desagradou muitos dos populares presentes na Audiência Pública que acabaram deixando o local, pois tinham a intenção de apresentar reivindicações em outras áreas, produção do leite, construção de novas salas de aula; construção de horta popular; calçamento e tubulação pluvial, veículo para transporte de doentes, dentre outras reivindicações.

 

Obedecendo critérios da comissão legislativa federal foram então colocados à votação três sugestões que já estavam elencadas em reunião antes da realização da Audiência Pública por alguns vereadores e prefeito e coube apenas aos presentes eleger dentre as opções que lhes foram oferecidas: Construção de um Posto de Saúde no Assentamento São Lourenço; Construção de um Posto de Saúde no bairro Santuário;
Melhoramento do Aterro Sanitário.

 

Agora cabe a divisão de planejamento elaborar o projeto do Posto de Saúde do Santuário e enviá-lo até o dia 23 de novembro para a Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional, juntamente com a ata da audiência, que fará avaliação da indicação.