“Saímos às ruas para preservar a vida, não para tirá-la”. Seguindo essa ideologia mais uma vida foi salva pela Polícia Militar de Francisco Beltrão, Sudoeste do Estado. Na madrugada desta terça-feira (15) o ato de bravura de sete soldados salvou a vida de uma criança de apenas 12 dias.

Bebê foi levada à UPA onde foi reanimada. Foto: Reprodução PM/PR
  • Compartilhe no Facebook

Bebê foi levada à UPA onde foi reanimada. Foto: Reprodução PM/PR

Por volta das 03h30 da madrugada o telefone 190 chamou e do outro lado da linha quem buscava o auxílio da PM não era nenhuma vítima de crime, mas uma mãe desesperada pelo fato da filhinha estar afogada. Em poucos minutos várias equipes que estavam nas ruas foram mobilizadas e compareceram na residência, que fica na Rua Indianapolis, na região Norte da cidade.

Num primeiro momento os policiais tentaram reanimar a criança utilizando-se da técnica de Heimlich (técnica de primeiros socorros para asfixia que deve ser realizada quando a vítima estiver engasgada, a fim de retirar um pedaço de alimento ou qualquer outro objeto da traqueia, facilitando a passagem de ar para os pulmões e evitando o sufocamento).

Como a tentativa de funcionou e o local fica bastante distante das bases do SAMU e Corpo de Bombeiros, os PMs decidiram transportar a criança por conta própria até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Assim que deu entrada, a criança foi deixada aos cuidados da equipe de plantão e dentro de alguns minutos foi possível ouvir seu choro, sinal de que estava tudo bem. O momento foi de alívio para todos.

Em entrevista à Rádio Onda Sul FM/RBJ, o soldado Leonardo Stocco declarou que ouvir o choro da bebê deixou todos muito emocionados, mesmo aqueles que ainda não são pais, a exemplo dele.

“reação da equipe foi maravilhosa, eu ainda não sou pai, mas tem integrantes da equipe que tem filhos ai e eles se emocionaram bastante. Pra toda equipe foi uma sensação de alívio por que como relatou nosso oficial CPU da equipe, a gente não sai pra rua pra tirar vidas, a gente sai pra rua pra preservar vidas”, disse.

Além de Stocco, também participaram do atendimento os soldados Cover, Edivane, Cleomar, Fábio, Fernando e Rossato. A criança permaneceu em observação e ainda nesta terça-feira (15) teve alta. Segundo a família, a criança estava dormindo quando vomitou e acabou se afogando.

Em menos de um mês essa é a segunda criança salva por policiais militares em Francisco Beltrão. No dia 24 de julho, a pequena Laísa de 5 meses também se afogou e foi salva graças a atenção da soldado Schons. Por telefone, a PM orientou a família e a bebê voltou a respirar antes mesmo de chegar ao hospital.

Clique aqui e relembre o fato: