Na manhã desta quarta-feira (07) o deputado federal Assis do Couto participou de uma reunião da Frente Parlamentar em Defesa da Polícia Rodoviária Federal. A reunião aconteceu no Anexo 4 da Câmara e mais de 50 parlamentares participaram do encontro. Assis defendeu a implementação da Indenização de Fronteira, adicional que serve de incentivo aos policiais e estimula a permanência nas áreas fronteiriças, reconhecidamente mais perigosas ao exercício da profissão de policial rodoviário federal.

Ainda na terça-feira (06), Assis recebeu no gabinete, em Brasília, representantes do Sindicato da Polícia Rodoviária Federal do Paraná. Eles pediram o apoio do deputado para a implementação da Indenização de Fronteira, que beneficiara as cidades do Oeste e Sudoeste do estado. Segundo os policias essa indenização é indispensável para fixação do efetivo nos postos de fronteira, levando em consideração que as cidades de fronteira tem um alto índice de apreensão de entorpecentes, armas, etc e também é distante da capital, dificultando a fixação dos policias. Essa indenização já foi aprovada na Câmara, e está em fase de aprovação no Senado. O que os policias tem medo é que ela sofra alterações e que as delegacias do Oeste e Sudoeste não sejam atendidas.

Assis foi um dos primeiros a se pronunciar sobre a luta dentro do parlamento em defesa da PRF pelos direitos e fortalecimento da instituição. “Nós estamos numa região, onde temos quatro delegacias: Foz, Cascavel, Guaíra, e PB que precisam um adicional de Fronteira”, disse o deputado. E acrescentou: “Eu utilizo o aeroporto de Foz do Iguaçu e sei dos riscos que corremos naquela região de Fronteira. Portanto, a PRF tem um papel fundamental, estratégico, e nós estamos aqui inclusive ressaltando a necessidade do adicional, que é um dos assuntos que precisamos tratar o mais rápido possível”.